AS MELHORES FÉRIAS DE SEMPRE

August 21, 2018

 

Alerta malta de férias: isto é para vocês. Embora pareça ter eu mesma tirado férias do blog, na verdade andei mais uma vez a levar a cabo uma exaustiva pesquisa. Agora sobre os melhores programas para as férias. Tudo para vos agradar e ajudar a resolver o eterno dilema: como desfrutar de umas férias espetaculares sem gastar muito? Sair das rotineiras idas à praia, ao centro comercial ou comer caracóis? Pois fiquem sabendo que é só andar de comboio. Uma opção nada óbvia, mas tão enriquecedora que vão querer repetir todos os anos.

 

 

Comecemos pela oferta. Trata-se de uma viagem na linha, percurso entre Cascais e Cais do Sodré. Verdade seja dita, não é tanta a novidade, uma vez que a CP tem o mérito de, ao longo do ano, nos manter informados, através de anúncios bem explícitos: leva-nos, reparem bem, A TODO O LADO. É a festivais, é a concertos, é a romarias e espetáculos, desde teatro, concertos, programas ao ar livre, infantis, etc., etc. Nós, fiéis utentes diários, ficamos consolados ao saber que, a partir da linha de Cascais, o céu é o limite. A partir do Cais do Sodré, meus senhores, é só escolher, que a CP nos leva lá. Sobretudo em pensamento, pois, tanto quanto se sabe, essa é a última estação. Nada mau, para quem não tem capacidade de sonhar por si próprio, idealizar um programa em família, ou simplesmente imaginação para ir procurar à internet.

 

 

Na verdade, para os menos ativos, que não querem mais que desfrutar do percurso ferroviário per se, aqui está o levantamento das vantagens, ou de como desfrutar das melhores férias de sempre:

 

Enriquecimento cultural – Dentro do comboio podemos efetivamente ter um banho cultural, melhor dizendo, vários banhos culturais: em meia dúzia de trajetos conseguimos familiarizar-nos com o crioulo, o Inglês, o alemão, o calão, o castelhano, o adolescentês, etc, etc. Também com os costumes de como comer com as mãos, espirrar para a nuca alheia, deixar cair lixo e disfarçar convenientemente e ainda, como não ceder o lugar a grávidas em três leituras da mesma página de jornal. Ora, não é a conduzir o próprio carro que conseguimos aprender tanto.

 

Workshops gratuitos – para todos os gostos e com flexibilidade de horário. Cedinho pela manhã, são frequentes os de auto maquilhagem, nas versões básico (trajetos curtos e poucos recursos), nível intermédio (inclui base e blush) e avançado (com batom e máscara de pestanas). As formadoras têm o certificado do Instituto Nacional do Desenrascanço, na vertente Desinibição. Para além destes, há uma panóplia de opções com temas variados, desde o mini curso de cortar unhas até à iniciação ao ponto de cruz, como selecionar eficazmente o melhor toque de telemóvel em 27 tentativas, e até mesmo a forma mais eficiente de corrigir testes de Matemática em andamento.

 

Seguir Novelas – Tal como as da TV, têm o seu horário mais ou menos fixo e normalmente dá para seguir sempre na mesma carruagem. A vantagem é que, mais do que ver os episódios, conseguimos, tal como na leitura de um livro, imaginar as personagens e os cenários a nosso gosto. Regra geral, há uma narradora expressiva, audível q.b., que nos põe a par dos acontecimentos recentes. Outras interlocutoras servem para dinamizar a novela, fazendo perguntas acutilantes e até mesmo complementando com as suas próprias novelas reais. Os personagens mais interessantes são tipicamente noras que educam mal os netos, chefes que são maus como as cobras, colegas autênticas cabras, vizinhas bruxas que tratam mal o marido e filhos que não saem do quarto. Tão bom ou melhor que as televisivas, estas novelas nem sequer têm interrupção para publicidade.

 

Ficar a par das novidades musicais – Não há um trajeto que não nos ofereça um sonzinho da atualidade. É tão bom quando alguém pensa estar a ouvir só para si através de uns auriculares manhosos, e afinal toda a carruagem usufrui do som. Ou então, com sorte, também apanhamos um daqueles grupos altruístas, que simpaticamente partilham som ambiente em versão tijolo, alto e estridente. Toda a gente ADORA, uma vez que ninguém abre a boca para dizer o que quer que seja!

 

Aprender a cozinhar e a gerir a ementa semanal – Para quem não tem imaginação suficiente, na viagem para casa ao fim do dia há sempre uma borla: esposas generosas a telefonar e ensinar aos maridos como “adiantar” o jantar; patroas a ligar e instruir empregadas sobre as compras para a semana, e mesmo chamadas para a pizaria a encomendar a refeição para a hora de chegada. Para mim, só isto vale o valor do passe! Menos um tema para ocupar espaço no meu cérebro. Basta copiar.

 

 

Em termos de ambiente, há também um rol vantagens para umas belas férias, das quais destaco:

 

Apreciar arte urbana – São uma bênção para os olhos os grafitis que embelezam as carruagens (por dentro e por fora), as estações, os placards e tantos outros suportes. Não sei como o CCB e a Gulbenkian ainda sobrevivem com esta concorrência desleal, de artistas anónimos mas criativos e, digo eu, pouco reconhecidos, tal é o engenho em imitar desenhos de bebés nas paredes, com tanto realismo. E bons profissionais, sempre em cima do acontecimento: mal aparece uma tela em branco, de imediato é embelezada.

 

Conhecer o verdadeiro Português – Mais direcionado para os turistas estrangeiros, esta vantagem caracteriza-se pela possibilidade incrível que têm de conhecer o típico nativo: a que cheira os seus sovacos, que marca de lancheiras mais usa, qual a rede social que mais segue, quais as cores de gravata/t-shirt/casaco/ténis prefere e até que desculpas mais originais usa para justificar ao cônjuge por telefone, que já vai chegar atrasado/a para jantar.

 

Os cheiros envolventes são indescritíveis mas muito interessantes e estimulantes...

 

 

Já que mencionei os nossos queridos turistas estrangeiros, quero enaltecer o esforço notável da CP em proporcionar-lhes uma vivência inesquecível em Lisboa. Várias iniciativas são disso prova:

 

Meia dúzia de máquinas de venda automática de bilhetes no Cais do Sodré – não entendo as críticas que fazem a isto, uma vez que É ÓBVIO que não passa de uma estratégia de boa receção aos que nos visitam. Então não é maravilhoso poder conviver durante uma horinha com outros povos, fazer amigos, partilhar dicas de sítios a visitar, e, quiçá, marcar um encontro enquanto se está na fila? Já para não falar de poupar as pessoas a viajarem na hora do calor (há quem não aprecie as sessões de sauna proporcionadas na viagem, em carruagem propositadamente preparadas para o efeito, as chamadas “free of AC”). Portanto o melhor é relaxar nesta alternativa zona de Chill out.

 

Supressões de comboios e carruagens – mais uma vez os ignorantes têm-se queixado. Por favor…. Então e o amor entre os povos, o calor humano que se tem vindo a perder, a frieza das relações à distância? Sempre à frente do seu tempo, a estratégia de maior aconchego entre os passageiros visa precisamente colmatar esse flagelo. Sob o lema: “Portugal é acolhedor”, todos podem dizer que passaram umas férias de proximidade, viajando juntinhos.

 

 

Antes de terminar, e apesar de ficar com consciência tranquila por vos alegrar as férias, não posso deixar de contribuir com algumas sugestões de algum melhoramento ainda possível. Oferta complementar para férias de luxo:

 

Massagens de fim de viagem – a ideia é, no final de cada trajeto, o utente poder usufruir de uma mini massagem de recuperação nas costas e nas mãos. Para colmatar a curvatura do corpo e prevenir tendinites decorrentes de whatsAppar, facebookar, instagramar, etc durante a viagem.

 

Venda ambulante oficial -  de borrifadores de água, ambientadores perfumados e bolas de berlim– só para aquele pequeno nicho de utilizadores mais esquisitinhos, que, por um lado necessitam de um extra de conforto, por outro não querem perder o espírito estival da coisa.

 

Colónias de férias para as classes altas – Não há nada como vivenciar na prática a excelente oferta proporcionada aos clientes. Seria como que uma nova modalidade de brincar aos pobrezinhos. Ficariam decerto fãs e deixariam de vez o carro em casa, para, também eles, passarem umas férias à maneira!

 

Boas férias!!

 

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Partilhar no LinkedIn
Partilhar no Pinterest
Partilhar no Google+
Gostar do Post
Please reload

SOBRE AGOSTO

August 10, 2019

DELÍRIOS

July 13, 2019

1/12
Please reload