NÃO É BEM ASSIM!

October 6, 2017

Queridos homens*,

Venho por este meio prestar-vos um inestimável esclarecimento, pois um blog também serve para estas coisas e um serviço público pode surgir de onde menos se espera. Já que ninguém ainda tinha ganho coragem, chego-me à frente e cá vai. Mesmo à beirinha do fim-de-semana, para se poderem recompor do choque da verdade.

 

Sim, homens, dirijo-me a vós, no sentido de contrariar certos dogmas em que ainda acreditam. Lamento, mas sinto que é a minha obrigação.

 

1º - O silêncio não é de ouro – nem de prata, nem de bronze, nem sequer de cortiça. O silêncio não vale nada a não ser uma pilha de nervos, perguntas que ficam anos sem resposta, por vezes uma gritariazinha para regalo da vizinhança e, em casos extremos, uns calmantezinhos. E o “sim, sim”, o “hum, hum” e o “´tá bem”, meus amigos, são muitíssimo apreciados, mas apenas quando é só para dar conhecimento. De que amanhã vamos arranjar as unhas, ou de que os dias já são mais curtos. Agora, é preciso falar quando queremos saber quando é que aqueles sapatos todos a monte descobrem o caminho para a sapateira, ou em que ano mesmo é que se vai pintar a sala! E se acham que a saia combina com os sapatos, e os sapatos com a mala antes de sairmos de casa.

 

 

2º - A galinha da vizinha não é melhor do que a vossa – a verdade é que a galinha da vizinha um dia também vai querer chocar ovos, sabem? E também vai querer mandar na capoeira e também vai fazer perguntas e dar palpites. E querer tudo arrumado, limpo, e já agora jantar a horas. E ver telenovelas em pijama, que um dia a energia para andar sempre no laréu também se esgota. Vai ter cabelos brancos, querer uma rotina e massacrar-vos igualmente o juízo. E a pele de galinha, lá está, um dia toca a todas!

 

 

3º - As aparências não iludem – um bronco, é sempre um bronco, um armado ao pingarelho é sempre um armado ao pingarelho, um cretino é um cretino e há coisas que nunca mudam (já dizia o outro…), e já agora, os erros ortográficos são do pior que há para desiludir qualquer pessoa!

 

 

4º A necessidade não aguça o engenho – eu até sou pela igualdade, mas convenhamos, nem no meio da estrada do fim do mundo a fugir dum javali eu saberia mudar um pneu em condições para me por dali para fora. Nem vale a pena saber a teoria nem ouvir explicações repetidas. É de homem, e acabou-se. Até porque vocês não têm unhas de gelinho para partir (normalmente...), e gostam de se sujar todos em tarefas “de macho”. E já agora, o mesmo se aplica a recolocar varões de guarda-roupas que cedem ao peso de 87 túnicas, ou levantar a sanita que entupiu porque lá caiu uma embalagem de discos desmaquilhantes por acidente. Até porque a figura de salvador da pátria só contribui para o ego masculino se manter em forma.

 

 

5º -  Quem feio ama, bonito não lhe parece – mas faz um esforço para se lembrar do tempo anterior à calvície, ao duplo queixo e à barriga de cerveja, na expectativa que seja recíproco em relação à medida da cintura e outras coisas do género. E em caso de desespero há ainda umas fotos antigas na carteira para usar em S.O.S.

 

 

6º -  Água mole em pedra dura, tanto bate que nunca fura – não, não é por nos oferecerem sempre um fato de treino nos anos que vamos gostar de ir correr ao domingo. Ou por nos levarem sempre ao mesmo restaurante que achamos que estão a ser românticos (é sempre em dias de jogo e porque tem Sport TV..). E também não é por repetirem duzentas vezes que tiveram um dia de cão que desculpamos o facto de as meias ficarem a apodrecer no sofá.

 

 

7º - Quem tem boca não vai a Roma – Quem tem boca na verdade vai a todo o lado! Aprendam isto de uma vez por todas, e deixem-se de andar 59 quilómetros perdidos ou de dar 214 voltas à mesma rotunda só porque não querem pedir a ninguém uma singela indicação e o GPS já vos ter abandonado há imenso tempo. É simplesmente mais fácil e não cria tantas discussões conjugais.

 

 

8º - Querer não é poder - É a vida. E as dores de cabeça e o cansaço e o sono e  …

 

 

9º - Depressa e bem, quem – aquelas pessoas que sabem fazer várias coisas ao mesmo tempo, estão a ver? E que no mesmo centésimo de segundo sabem responder ao que é o jantar amanhã, o dia exato dos testes dos 3 filhos, o horário da farmácia e o paradeiro daquela camisola que procuram há meia hora, e que basicamente está no mesmo sítio há uns 8 anos.

 

 

10º Quem cala não consente – Apenas no vosso caso, entenda-se. Mulheres que se calam estão só a refletir. E a rir-se por dentro, a gozar o prato para dentro, para não ferir suscetibilidades. E a permitirem que pensem que são vocês que mandam, seus fofos inocentes!

 

Bom fim-de-semana!

 

 

*Indivíduo masculino do género humano (depois da adolescência).


"homens", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/homens [consultado em 06-10-2017].

 

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Partilhar no LinkedIn
Partilhar no Pinterest
Partilhar no Google+
Gostar do Post
Please reload

SOBRE AGOSTO

August 10, 2019

DELÍRIOS

July 13, 2019

1/12
Please reload